Espaço do Idoso


SEIS DICAS DE SAÚDE PARA O IDOSO

10/12/2020 / Autor: https://acvida.com.br


Importância da atividade física para o idoso 

Essa é uma das dicas de saúde para idosos, na verdade, é preciso lembrar que para qualquer idade, a atividade física é capaz de sempre trazer benefícios, justamente por conceder mais disposição, raciocínio, destreza, equilíbrio, motivação e até mesmo coordenação ao idoso.

Além do mais, a prática de atividades físicas pelo idoso ajuda na diminuição das disfunções cardiovasculares e da osteoporose. 

Além disso, a prática de atividade física ainda ajuda no fortalecimento muscular, auxilia na prevenção de diabetes, redução da pressão arterial e da frequência cardíaca em repouso. 

Lembrando da capacidade que as atividades possuem de prevenir a depressão, sedentarismo e ansiedade. 

Sabidamente, quando o idoso decide então buscar ajuda e deseja ter atividades direcionadas, isso acaba tendo influência total em sua parte física e até mesmo psicológica, concedendo longevidade e motivação para o idoso.

Precisamos destacar ainda, que a atividade física regular e a adoção de um estilo de vida ativa de fato são perfeitamente necessários para a promoção da saúde e da qualidade de vida durante este processo de envelhecimento. 

Exames de rotina para idosos 

Entre as dicas de saúde para idosos, está o fato de que os mesmos precisam sempre fazer exames de rotinas, afinal, é essencial que a família e o idoso invistam em sua saúde. 

Ademais, quando são realizados exames de rotina regularmente, é possível diagnosticar complicações ou doenças, sempre facilitando seus tratamentos. 

Além disso, é muito importante estar atento às doenças que possuem como um dos principais fatores de risco a idade, lembrando que o ideal é iniciar os exames de rastreamento justamente na faixa etária recomendada, e continuar fazendo exames comuns. 

Sono do idoso 

É bem comum que a família e os idosos fiquem bem preocupados quando percebem que a rotina do sono está se transformando, no entanto, neste momento é importante que os mesmos tenham qualidade de sono e não horas dormidas.

Dormir mais que 8 horas por dia não quer dizer necessariamente que o idoso está tendo qualidade de sono, porém, o importante é que o mesmo se sinta bem após as noites dormidas. 

Boa alimentação do idoso 

Depois de determinada idade, ocorrem modificações no funcionamento do metabolismo e até mesmo dos hormônios, acabam afetando as necessidades de nutrientes do organismo, sendo assim, devemos nos atentar para que o mesmo tenha uma alimentação saudável.

Desta forma, por que manter uma alimentação saudável é tão importante para os idosos? Na realidade, essa é uma das dicas de saúde para idosos, afinal, o metabolismo, ossos, hormônios e músculos claramente não são mais os mesmos. É por esse motivo que a alimentação é essencial na terceira idade!

Certamente manter a alimentação do idoso saudável e balanceada é capaz de fazer a diferença completa na vida do mesmo, justamente porque ela consegue manter o organismo, a musculatura e até mesmo a imunidade sempre em dia. 

Além do mais, a alimentação saudável é capaz de prevenir e até mesmo controlar doenças como: hipertensão, diabetes, osteoporose e até mesmo outros males. 

Hobbie do idoso 

Manter a produtividade e atividade, é muito importante para todas as idades, é essencial especialmente para as pessoas mais velhas. 

Quando as pessoas de idade estão com falta de atividade capazes de incentivar a mente e o corpo, pode acabar causando perdas de disposição física e cognitiva, e para evitar isso, acaba sendo essencial que os mesmos se ocupem com os hobbies/atividades que são adequados às suas necessidades. 

Ademais, dentre as dicas de saúde para idosos, o ideal é encontrar hobbies que anteriormente já faziam parte da vida da pessoa anteriormente, isso porque eles devem fazer as atividades com entusiasmo e isso a resolver vários problemas de saúde. 

Importância da hidratação em idosos 

O cuidador de idosos precisa lembrar que um dos cuidados mais importantes com os idosos diz respeito à sua manutenção hídrica, isso porque os mesmos podem ter hipodipsia, que é a diminuição do número e da sensibilidade de receptores corporais responsáveis por controlar a sede.

Sendo assim, podemos dizer que o idoso sente menos sede, e mesmo que seu corpo precise de água, logo as chances de se desidratarem são enormes. 

São dicas de cuidados essenciais, e que quando seguidas pela família, profissional e pelos próprios idosos os resultados são excelentes!